Válvula guilhotina unidirecional da Série 950  https://www.bray.com/images/default-source/products/knifegate/knifegate-950/vaas950cover01_01thumbnail.png?sfvrsn=9c4e2cc7_4

Válvula guilhotina unidirecional

Série 950

Faixas de diâmetros
50 - 600 mm (2 - 24 pol.)
Pressão operacional máxima permitida
50 - 600 mm 10 bar (2 - 24 pol. 150 psi)
Estilo de corpo
Peça única, wafer, semi-lug

Especificações

Válvula guilhotina unidirecional – Série 950

Faixas de diâmetros
50 - 600 mm (2 - 24 pol.)
Materiais do corpo
CF8, CF8M, CF3M, DI, SAF 2205, SAF 2507, WCB
Pressão operacional máxima permitida
50 - 600 mm 10 bar (2 - 24 pol. 150 psi)
Materiais da haste
304
Estilo de corpo
Peça única, wafer, semi-lug
Materiais da guilhotina
304, 316, 317, SAF 2507, SAF 2205,17-4PH, Hastelloy® C, Monel®
Faixa de temperatura do material da sede
Buna-N: -36 a 90 °C (-34 a 194 °F), EPDM: -54 a 120 °C (-65 a 248 °F) Viton®: -26 a 200 °C (-15 a 392 °F), anel de backup PTFE/Viton: -148 a 200 °C (-235 a 392 °F)
Norma de projeto
MSS SP-81
Temperatura máxima de engaxetamento
PTFE: 260 °C (500 °F), PTFE impregnado: (232 °C (450 °F), PTFE/Buna-N: 90 °C (194 °F), PTFE/Viton®: 200 °C (392 °F), PTFE/EPDM: (120 °C (248 °F)
Padrão de testes
MSS SP-151
Certificações
CE/PED, CRN do Canadá, AWWA C520 (2019)
Face a face
MSS SP-81
Opções de atuadores
Volante, engrenagem cônica, pneumático, hidráulico, elétrico
Aplicações
Efluentes, energia, industrial em geral, química, mineração, alimentos e bebidas, papel e celulose

Recursos e benefícios

As válvulas guilhotina unidirecionais da Série 950 apresentam projeto de peça única do corpo fundido que oferece desempenho robusto em aplicações que variam do uso geral ao manuseio de fluidos severo em corpo de semi-lug econômico. Disponível com sede metálica integral ou sede macia substituível, a válvula guilhotina Bray da Série 950 é facilmente automatizada para aplicações on-off.

Válvula guilhotina unidirecional da Série 950 Bray International

  • A. Base de fixação

    Base de fixação projetada para conversão rápida e fácil entre atuação manual e pneumática. As válvulas manuais apresentam uma porta de injeção de lubrificante para operação contínua e sem interrupções com manutenção mínima.

  • B. Forquilha

    O projeto de forquilha e o parafuso horizontal estabilizam a guilhotina, garantindo o alinhamento adequado.

  • C. Engaxetamento (padrão)

    O engaxetamento quadrado de várias camadas padrão fornece vedação excepcional da junta.

  • D. Engaxetamento (opcional)

    Engaxetamento com vedação quádrupla energizada opcional para vedação aprimorada da junta.

  • E. Sede

    Sede metálica integral padrão e sedes resilientes substituíveis com zero vazamento opcionais.

  • F. Guilhotina

    O projeto de guilhotina garante alinhamento consistente por todo o comprimento do curso.

  • G. Corpo

    O projeto exclusivo do corpo, sem receptáculos vazios, permite a drenagem automática da válvula.

Solicitar orçamento